04/08/2017 às 11:50, Atualizado em 04/08/2017 às 14:18

ESF Santa Luzia realiza ação de prevenção às Hepatites Virais

Cb image default
Diagnóstico precoce é um dos principais determinantes para evitar a transmissão

Para alertar a população sobre o cuidado e o tratamento das hepatites virais, a equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF) Santa Luzia realizou na última semana uma ação de prevenção alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho.

As atividades pautaram-se em orientações de como se proteger da doença e os cuidados que podem ser tomados para evitar a transmissão dos vírus. Além de testes rápidos para diagnósticos de HCV, Hepatite B, HIV e Sífilis.

Para receber os pacientes, a unidade de saúde foi toda decorada com cartazes informativos sobre as hepatites virais que são provocadas por diferentes vírus.

Segundo a enfermeira da unidade, Eveliza Fontanette Ribeiro, realizar o diagnóstico precoce das hepatites é um dos principais determinantes para evitar a transmissão e a progressão da doença e suas consequências.

Cb image default
Pacientes receberam informações sobre as hepatites virais

Eveliza explica que as inflamações no fígado, independente das causas, são chamadas de hepatites. “As mais conhecidas são as hepatites A, B, C, D e E, porém, além de outras formas virais, algumas hepatites podem ser bacterianas, causadas por distúrbios de imunidade ou do metabolismo, ou ainda, por substâncias tóxicas”,

A transmissão da hepatite A ocorre, principalmente, através da ingestão de alimento ou água contaminada e pelo contato pessoal. Lavar bem as mãos após ir ao banheiro e antes de se alimentar, lavar bem os alimentos que serão consumidos crus e cozinhar bem os demais, principalmente frutos do mar e carne de porco, são os principais meios de prevenção.

Já as demais hepatites são transmitidas pelo sangue. Por isso, a importância de não compartilhar objetos de uso pessoal, como giletes, escova de dente, utensílios de manicure, além de utilizar preservativos durante as relações sexuais, e ter certeza de que materiais utilizados para fazer tatuagens e para a colocação de piercings são descartáveis.

Cb image default
Fotos: Thiago Odeque/7ª Arte