20/11/2017 às 08:12, Atualizado em 20/11/2017 às 09:22

Ações do Ônibus Lilás abre programação da campanha “16 Dias de Ativismo” em Batayporã

Campanha visa sensibilizar a sociedade sobre a violência contra a mulher e apresentar os serviços de proteção e apoio ofertados pela Prefeitura

Cb image default
Ônibus Lilás levou atendimento às mulheres batayporaenses

A campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres foi aberta na última sexta-feira (17), em Batayporã, com a presença do Ônibus Lilás.

A unidade móvel de atendimento à mulher percorreu a Avenida Brasil em uma carreata para chamar a atenção da sociedade e estacionou no pátio da Feira Municipal do Produtor Rural, onde levou informações às mulheres assentadas sobre os seus direitos e, ainda prestou serviços através de atendimento psicológico e social, houve panfletagem, entre outras ações pertinentes ao tema.

A programação contou com uma roda de conversa, em que a técnica da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres do Estado de Mato Grosso do Sul (SPPM/MS), Amélia Luna, e a conselheira da Mulher no Núcleo de Ações Temáticas da Subsecretaria, Ana José Alves, abordaram sobre a efetividade da Lei Maria da Penha e sua história, os tipos de violência, as medidas protetivas, o conceito de feminicídio e os atuais índices de violência contra a mulher.

No período da tarde, o Ônibus Lilás ficou estacionado no Núcleo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, onde prestou ações de prevenção, enfrentamento, apuração e investigação. O público-alvo foram as beneficiárias dos programas Bolsa Família e Vale Renda.

Cb image default
Mulheres foram orientadas sobre a violência doméstica e familiar

Organizada pela Prefeitura Municipal, através da Coordenadoria Especial da Mulher, a campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres visa fortalecer o diálogo entre as autoridades e a sociedade, em busca do rompimento das situações de violência com que as mulheres vivem no seu dia-a-dia.

Ao acompanhar o primeiro dia de atividades da campanha, a primeira dama Cléia Valéria destacou que a iniciativa é de extrema importância para incentivar as mulheres a denunciarem os seus agressores. “A violência doméstica deve ser combatida, e é através da prevenção e do encorajamento das mulheres, vítimas de maus-tratos, que vamos conseguir isso”, frisou.

Segundo a titular da Coordenadoria Especial da Mulher, Célia do Amaral, a mobilização contará com várias atividades para conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressão contra o sexo feminino. “Estamos com uma programação para propormos medidas de prevenção e combate à violência, além de ampliar os espaços de debate com a sociedade”, ratificou.

Cb image default
Primeira dama acompanhou ações na unidade móvel de atendimento à mulher

A abertura da campanha também foi acompanhada pelas secretárias Leia Maria (Assistência Social), Marcela Leite (Saúde) e Cláudia Macedo (Educação e Cultura), além da coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Márcia Ribeiro Almeida; pela coordenadora da Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes (Comcex-Bata), Jaqueline de Souza; pela coordenadora de Proteção Social Especial, Tatiane Henrique Rodrigues Gonçalves; e por Agentes Comunitários de Saúde.

Cb image default
Ônibus Lilás percorreu a Avenida Brasil para chamar a atenção das mulheres e da sociedade.  Fotos: Assessoria PMB