08/08/2018 às 13:00, Atualizado em 08/08/2018 às 13:00

Batayporã promove ações alusivas à campanha “Agosto Lilás”

Cb image default
Foto: Divulgação

O município de Batayporã comemora os 12 anos da Lei Maria da Penha com uma série de ações ao longo do mês, alusivas à campanha “Agosto Lilás”.

Promovida pela Coordenadoria Especial da Mulher (CEMU), a iniciativa tem como proposta conscientizar a população sobre os tipos de violência doméstica, os direitos das mulheres e, sobretudo, divulgar que “violência contra a mulher não tem desculpa, tem consequências”.

A programação foi aberta nesta terça-feira (7), data de vigência da Lei, com entrevista realizada na rádio local pela gestora da Coordenadoria Especial da Mulher, Célia de Fátima Amaral, e pela coordenadora de Proteção Social Especial, Tatiane Henrique Rodrigues Gonçalves. Durante o mês de proteção à mulher serão realizadas palestras nas escolas, encontros e distribuição de material educativo em vários pontos da cidade.

A campanha “Agosto Lilás” vem ainda formalizar o Programa Maria da Penha vai à Escola, que consiste em ações educativas voltadas ao público escolar, contemplando prioritariamente alunos do ensino médio das escolas estaduais, podendo ser realizado em escolas municipais e particulares.

A titular da CEMU ressaltou que as palestras visam contribuir para que os estudantes tenham acesso às informações sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher, as possibilidades de atendimento, os canais de denúncia e, acima de tudo, promover ações de prevenção que possibilitem diminuição dos índices de violência.

“É muito importante a divulgação para o público mais jovem para que eles também possam ser divulgadores e propulsores de uma nova dinâmica familiar”, sublinhou Célia ao ratificar que a Coordenadoria Especial da Mulher está fazendo o seu papel em levar informações importantes a população.