16/08/2017 às 14:51, Atualizado em 16/08/2017 às 15:01

Moradores temem chegada do período chuvoso e reivindicam intervenções da Prefeitura

Cb image default
Prefeito reuniu-se com comissão de moradores e agentes da Defesa Civil.  Foto: Assessoria PMB

A proximidade do período chuvoso já preocupa quem vive nas proximidades da Lagoa do Sapo, em Batayporã.

O assunto foi destacado em reunião com o prefeito Jorge Takahashi, uma comissão de moradores e agentes da Defesa Civil do município nesta terça-feira (15). O encontro contou também com a presença do vice-prefeito e secretário de Obras, Infraestrutura e Serviços Urbanos, Luis Fernando Bomfim, e da primeira-dama Cléia Valéria.

Na ocasião, os integrantes da comissão reivindicaram intervenções para evitar futuras inundações como a recuperação e manutenção dos bueiros, restauração do sistema de drenagem da Lagoa do Sapo, limpeza dos canais e esgotamento de fossas sépticas. Para dias de fortes chuvas solicitaram ainda soluções para amenizar os transtornos, como a interdição de ruas e avenidas e, ainda, que a Prefeitura disponibilize um número de telefone para pedidos de emergência.

O Secretário afirmou que serviços paliativos têm sido realizados desde o início do ano para prevenir e evitar possíveis alagamentos. “Um trabalho permanente de limpeza está sendo realizado por nossa equipe para que em períodos de chuva não venha ocorrer problemas aos moradores, especialmente dessa região da Lagoa do Sapo”, enfatizou.

O prefeito Jorge Takahashi ressaltou que para minimizar os impactos das chuvas determinou a realização de um mapeamento dos principais pontos de alagamento como um trabalho preventivo. “Os serviços estão sendo promovidos de forma manual e mecanizada, no entanto serão intensificados para prevenir os alagamentos, e dessa forma proporcionarmos mais tranquilidade e segurança para a população”, garantiu.

O Gestor frisou ainda que os munícipes também podem contribuir na prevenção de alagamentos. “Para evitar inundações é primordial que os moradores façam sua parte, garantindo a correta destinação do lixo e evitando o acúmulo de resíduos”, salientou.