05/09/2018 às 11:39, Atualizado em 05/09/2018 às 11:42

Casa de Apoio “Vida e Luz” completa um ano de funcionamento em Barretos

Unidade de apoio é fruto de um esforço conjunto dos municípios de Batayporã e Angélica

Cb image default

A Casa de Apoio “Vida e Luz” instalada no município de Barretos para dar suporte a pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital de Amor e acompanhantes completou um ano de funcionamento. Nesse período, cerca de 1450 pessoas foram responsáveis por escrever a história do espaço.

Fruto de uma parceria entre os municípios de Batayporã e Angélica, a unidade de apoio é sinônimo de uma conquista bem sucedida de ambas as administrações. O local recebe diariamente homens, mulheres e crianças que necessitam de atendimento médico em Barretos.

Inaugurada em agosto de 2017, a Casa de Apoio oferece conforto, comodidade, estadia e alimentação sem custo algum aos pacientes e seus familiares. Sim, a “Vida e Luz” é um local onde se espera uma consulta, um diagnóstico, uma cirurgia. Mas, é, sobretudo, um espaço de acolhida e de esperança.

Nesta semana, o prefeito Jorge Takahashi acompanhado da primeira dama Cléia Valéria, a secretária de Saúde, Marcela Leite, e a gestora da Secretaria de Saúde de Angélica, Francielli Fascincani, estiveram no município paulista comemorando o aniversário de um ano de funcionamento da unidade.

Cb image default

“Comemorar um ano de implantação da casa é muito importante para nós, pois é sinal de que estamos no rumo certo e conseguindo manter os projetos que são voltados à área da Saúde. Essa unidade é a realização de um sonho. Mas sonho que se sonha sozinho não vira realidade. Por isso agradeço imensamente a parceria estabelecida com o prefeito Roberto Cavalcanti, que não mediu esforços para que juntos concretizássemos esse feito”, afirmou Takahashi.

O Chefe do Executivo de Batayporã ratificou o compromisso de seguir investindo em melhores condições de saúde a população batayporaense. “Nosso compromisso é, sobretudo com a vida, humanizando o atendimento e garantindo uma assistência mais completa aos munícipes que utilizam o serviço”, ressaltou.

Na mesma linha, Marcela enfatizou o quanto é necessário todo suporte ao paciente e seu acompanhante, pois quando o assunto é saúde deve ser priorizado. “As pessoas em tratamento muitas vezes estão sensíveis físico e psicologicamente, então é nosso dever garantir o mínimo de conforto a elas”, salientou.

Cb image default
Fotos: Divulgação

Para a secretária de Saúde de Angélica, é uma satisfação ver que o projeto está dando tão certo. “Nos preocupamos e nos empenhamos ao máximo para oferecer um serviço digno e de qualidade aos nossos pacientes”, frisou Francielli.

Estrutura - Localizado em ponto estratégico, a 500 metros do Hospital de Amor, o imóvel possui cinco dormitórios equipados com camas e armários, duas salas, cozinha, três banheiros, lavanderia, garagem e uma edícula.

Os municípios garantem também o transporte aos pacientes, além de disponibilizar condução individual, quando necessário, dependendo da necessidade do paciente.