16/10/2019 às 12:48, Atualizado em 16/10/2019 às 12:51

Saúde intensifica vacinação contra o sarampo em Batayporã

“Dia D” de mobilização será no próximo sábado (19), das 7h às 16h

Cb image default
Foto: Arquivo PMB

Para tentar frear o número de casos de sarampo confirmados no Brasil, no último dia 7 iniciou mais uma Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo.

Na primeira etapa, que segue até 25 de outubro, o público-alvo são crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias). Num segundo período, de 18 a 30 de novembro, a campanha receberá adultos de 20 a 29 anos que não estão com a vacinação em dia.

Apesar de nenhum caso de sarampo registrado em Batayporã, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, está intensificando a vacinação por se tratar de uma doença potencialmente fatal e em razão dos casos que vem sendo registrados no país.

No “Dia D” de mobilização, que será realizada no próximo sábado (19), as unidades de Estratégias Saúde da Família (ESF’s) Santa Luzia e Santo Antônio irão funcionar em horário especial, das 7h às 16h. A ação tem como objetivo reforçar a importância da vacinação ao público-alvo.

Para a criança ser imunizada, será necessário apresentar a caderneta de vacinação. A imunização pode ser realizada por meio da tríplice viral, que protege ainda contra a caxumba e a rubéola.

A secretária de Saúde, Marcela Leite, destacou a importância da vacinação, considerando a vulnerabilidade de casos graves e óbitos nessa faixa etária. “É preciso que todas as crianças na faixa prioritária sejam imunizadas contra o vírus do sarampo, considerando a possibilidade de trânsito de pessoas doentes para regiões afetadas e não afetadas, e independentemente de elas já terem ou não tomado a dose da vacina”, ressaltou.

Segunda fase – A segunda fase inicia no dia 18 para jovens de 20 a 29 anos, e o “Dia D” será 30 de novembro, data de encerramento da campanha.

Neste ano, o Governo decidiu dividir a ação em duas fases. Cada uma focada em um público diferente que estaria mais suscetível à infecção por sarampo.

Sobre o sarampo - O sarampo é uma doença grave, altamente transmissível, podendo gerar sérias complicações que podem ser fatais, como a pneumonia e a encefalite. Os principais sintomas são febre alta, tosse, manchas vermelhas, coriza e conjuntivite. A transmissão acontece através de secreções expelidas pelo indivíduo doente ao tossir, falar ou respirar.

Inauguração – No próximo sábado (19), mesma data da mobilização nacional, o prefeito Jorge Takahashi irá entregar a obra da construção da Sala de Vacina, com ato solene previsto para às 7h30.