08/11/2022 às 11:26, Atualizado em 08/11/2022 às 11:43

No Rio de Janeiro, atleta de Batayporã vence Jogos Escolares Brasileiros e faz história

Após sete lutas, Kauã Katrink, de 14 anos, foi o grande campeão de karatê; primeiro classificado do município na competição, estudante venceu oponentes de todas as regiões do país

Cb image default
Recepção calorosa na volta ao lar: conquista foi celebrada com carreata. Foto: Maicon Araújo.

Entre a recente classificação e o título de campeão nacional de karatê dos Jogos Escolares Brasileiros, realizados no Rio de Janeiro na última semana, há um caminho longo percorrido pelo estudante Kauã Katrink. Apesar de ser um adolescente de 14 anos, sua trajetória no esporte é construída desde criancinha. “Eu comecei a lutar com cinco anos”, contou o jovem atleta.

Kauã foi o representante de Mato Grosso do Sul na competição, que reuniu atletas de todas as regiões do Brasil. Depois de ter suado o kimono em Campo Grande, o aluno da Escola Estadual Braz Sinigáglia, de Batayporã, conseguiu o feito de ser o primeiro classificado oriundo do município para a etapa nacional dos jogos. Uma conquista e tanto, mas a história não parou por aí.

No último dia 2 de novembro, o primeiro título nacional chegou depois de uma atmosfera mística. Na Antiguidade, o filósofo Pitágoras afirmou que o número sete é perfeito. Após o sétimo dia de criação, Deus descansou. Sete são as artes e os dias da semana. E também foi sete o número de lutas travadas por Kauã. Final com a vitória consagrada: o sul-mato-grossense desbancou os adversários de Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Sul, Amazonas e Goiás.

Cb image default
“Orgulho para toda a cidade”, disse o prefeito Germino Roz. Foto: Prefeitura de Batayporã.

O desafio foi grande. Em Batayporã, Kauã integra o time de atletas da Academia Shobukan Karatê-Do, liderada pela sensei Vanesssa Mota e filiada à Federação de Karatê de Mato Grosso do Sul. Nos Jogos Escolares Brasileiros, o carateca foi acompanhado pelo técnico Ramão Lopes, de Dourados, designado pela Fundação de Desporto e Lazer de MS conforme as diretrizes regionais da competição. A mudança acrescentou uma nova experiência e, junto com os ensinamentos adquiridos em casa, Kauã garantiu a vitória.

Em Batayporã, o título rendeu uma recepção calorosa, com direito a carreata acompanhada pela família, amigos e pelo prefeito, Germino Roz. Sob tom calmo, típico do atleta, Kauã expressou a alegria com o resultado: “é um orgulho imenso representar minha cidade com essa conquista. Se Deus quiser, é a primeira de muitas outras que virão. Essas sete lutas foram muito difíceis, mas estou muito orgulhoso em representar meu Estado e trazer essa conquista”, disse o carateca.

Cb image default
Mérito reconhecido: ao lado da família, Kauã recebeu moção da Câmara Municipal. Foto: Câmara Municipal de Batayporã.

O feito foi reconhecido pela comunidade. Após a carreata, o prefeito publicou nas redes sociais uma mensagem de agradecimento. “Kauã é determinado e vem se preparando para competições fora do município. Esse resultado traz muito orgulho para a sua escola, Braz Sinigáglia, para a sua academia Shobukan, para sua família e para toda nossa cidade”, disse o chefe do Executivo. A Câmara Municipal também congratulou o desportista, que recebeu moção de parabenização durante sessão legislativa.

De volta à rotina, o plano é óbvio: estudar, se dedicar aos treinos e enfrentar outros grandes campeonatos. Se depender da torcida e, claro, da determinação do atleta, não serão uma ou sete, mas umas 700 vitórias!