03/05/2018 às 09:55, Atualizado em 03/05/2018 às 22:09

Evento reúne agentes públicos para discutir desenvolvimento econômico nos municípios de MS

Discutir desenvolvimento econômico em um ano com tantas mudanças no cenário político brasileiro se faz ainda mais relevante quando abordamos o tema diante das transformações tecnológicas e da mudança de comportamento do mercado. Neste contexto, será realizado o Encontro de Prefeitos e o Fórum de Secretários Municipais de Desenvolvimento, a fim de promover soluções inovadoras em setores essenciais.

Com a proposta de colocar o conceito de cidades inteligentes em pauta, Fórum MS, Sebrae e Assomasul reúnem nesta sexta-feira (4) os agentes públicos de Mato Grosso do Sul no auditório do Sebrae, em Campo Grande (MS).

Batayporã será representada pelo Chefe do Executivo Municipal, Jorge Takahashi, e pelo secretário de Administração, Finanças e Planejamento, Dilmo Teixeira. Para o Prefeito, em um momento de crise e depressão da economia brasileira, o evento será uma oportunidade de ouvir opiniões e experiências de entidades para retomar o desenvolvimento em Batayporã e Mato Grosso do Sul.

Entre as palestras está o case de Campinas / SP , sobre o uso de consórcio público em cidades inteligentes. "A IMA é uma empresa de economia mista, cuja principal acionista é a Prefeitura Municipal de Campinas. Desde 1976, criamos ferramentas para atender às demandas da sociedade com maior eficácia e agilidade, com economia de recursos e na medida do que a situação exige", resume o diretor de novos negócios da IMA - Informática dos Municípios Associados de São Paulo, Jorge Paulo Fernandes.

Dentro do potencial econômico dos municípios sul-matogrossenses, Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, vai abordar a competitividade na palestra "Alternativas para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul". Marcos Derzi, superintendente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste - Sudeco, vai apontar os "Mecanismo de financiamento para Mato Grosso do Sul", enquanto o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun vai encerrar com "Desenvolvimento econômico regional e o contexto federativo: Alternativas de cooperação entre municípios e União para efetivação de políticas públicas".

Ao atender às demandas da sociedade com maior eficácia e agilidade, o município gera economia de recursos públicos e cria condições para o desenvolvimento e fomento de novos negócios. "Ao abordar as vantagens que os municípios adquirem ao promover soluções que impactam a qualidade de vida, vem embutido o conceito de cidades inteligentes, mais competitividade e desenvolvimento para o MS", explica o presidente do Fórum MS, Renato dos Santos Lima.

Para Lima, "ao disseminar o conceito de cidades inteligentes e competitivas entre os agente públicos de Mato Grosso do Sul trazemos à tona o desenvolvimento sustentável e moderno", conclui.