01/10/2018 às 11:05, Atualizado em 01/10/2018 às 11:13

Batayporã imuniza mais de 1300 animais contra a raiva

Dia D da Campanha de Vacinação Antirrábica ocorreu no último sábado

Cb image default

Mais de 1.300 animais, entre cães e gatos, foram imunizados contra a raiva em Batayporã no último sábado, 29 de setembro, Dia D da Campanha de Vacinação Antirrábica. O balanço foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Coordenada pelo Departamento de Vigilância Sanitária, a ação, que teve como objetivo impedir a disseminação do vírus da raiva, conseguiu mobilizar a sociedade quanto a importância da doença.

Para facilitar o acesso da população, dois postos foram montados estrategicamente no município, que funcionaram das 7h às 16h. Além da equipe as Secretaria de Saúde, a ação contou com voluntários no Dia D de imunização.

Ao todo, 1.325 animais de estimação receberam a dose da vacina, sendo 165 gatos e 1.160 cães. Neste ano, registrou-se um aumento de, aproximadamente, 170 doses em comparação à campanha realizada em 2017.

Cb image default

A titular da pasta, Marcela Leite, acompanhou a ação durante toda a manhã. “Percebemos que a população está se conscientizando a respeito da importância da vacina, porque responderam positivamente à campanha levando seus animais para serem imunizados”, enfatizou.

Quem não conseguiu vacinar os animais no dia “D” poderá dirigir-se à Secretaria Municipal de Saúde e Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) para a retirada das doses, no período das 7h às 13h.

Segundo a Gestora, a campanha de vacinação prosseguirá no município enquanto durar o estoque de vacinas. A equipe da Vigilância Sanitária percorrerá as propriedades rurais para realizar a vacinação contra a raiva.

Sobre a doença - A raiva é uma doença viral e infecciosa, que passa por meio de mamíferos. A transmissão ocorre a partir da penetração do vírus contido na saliva do animal infectado, em caso de mordida, arranhão ou lambida. A doença atinge o sistema nervoso periférico e, posteriormente, o sistema nervoso central.

Cb image default
Fotos: Assessoria PMB

A recomendação é que a pessoa agredida por um animal lave imediatamente o ferimento com água e sabão e procure com urgência a unidade de saúde. Cães raivosos apresentam sintomas como agressividade ou tristeza, salivação excessiva, dificuldade para engolir, latido rouco e paralisia das patas traseiras.

Em humanos, a doença ataca o sistema nervoso central e provoca a morte. O período de incubação em humanos dura, em média, 45 dias. Nos cães, pode variar de 10 dias a 2 meses. O tratamento profilático antirrábico também é recomendado para toda agressão por espécie silvestre. O soro e a vacina para esse tratamento estão disponibilizados na rede do SUS, gratuitamente.