23/05/2022 às 11:14, Atualizado em 23/05/2022 às 11:53

Ação de combate à dengue coleta cerca de três toneladas de pneus em Batayporã

Mutirão de coleta foi realizado por meio de parceria entre a Secretaria Municipal de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente e Secretaria de Saúde

Cb image default
Pneus foram encaminhados para empresa especializada em reciclagem. Foto: Prefeitura de Batayporã

As secretarias municipais de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente e de Saúde de Batayporã realizaram a coleta de aproximadamente três toneladas de pneus durante a última semana. Todo o material coletado foi destinado a uma empresa especializada em reciclagem. O mutirão executado em parceria faz parte das ações de prevenção à dengue da Vigilância Entomológica e Controle de Vetores.

Conforme explicou o coordenador da Vigilância Entomológica, George Joaquim, os agentes de endemias realizaram o levantamento dos pontos com acúmulo de pneus e, os servidores da Secretaria de Obras executaram a coleta e destinação dentro do cronograma previsto.

A Administração também tem adotado outras ações de combate e prevenção à dengue e às ocorrências de animais peçonhentos, como cobras e escorpiões. Além da qualificação das equipes, que receberam capacitações recentemente, as vistorias nos imóveis e as orientações à população são constantes. “Nós também estamos fazendo o controle mecânico utilizando inseticida contra o mosquito. Esse bloqueio é realizado em áreas com grande incidência de casos”, complementou.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES-MS), até o último dia 18 de maio, 14.170 casos prováveis de dengue foram registrados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Com relação ao mesmo período, Batayporã contabiliza 38 casos prováveis de dengue e está classificada na faixa de alta incidência.

A secretária municipal de Saúde, Letícia Sanches, destacou a atuação preventiva do município e pediu o engajamento da população. “Nós temos investido no combate aos focos do mosquito. As equipes estão nas ruas fiscalizando as residências e comércios. Os servidores estão adquirindo ainda mais conhecimento com os cursos e palestras Nós temos identificado as áreas críticas para fazermos o controle. Porém, não adianta  agirmos sozinhos. A população precisa ser consciente de que a dengue mata e de que cada um precisa cuidar do seu quintal e fazer a manutenção do seu terreno”, enfatizou a gestora.