22/11/2021 às 10:27, Atualizado em 22/11/2021 às 10:43

Dia D contra a dengue, zyca e chichikungunya contou com ações educativas nas escolas e pontos públicos

Campanha também já fiscalizou mais de 1.123 domicílios e promove mutirões de limpeza na cidade

Cb image default
Equipes promoveram orientações e distribuíram material informativo. Foto: Secretaria Municipal de Saúde

Promovido na última sexta-feira (19), o ‘Dia D’ da Campanha de Combate à Dengue, Zika e Chikungunya contou com ações de conscientização em Batayporã. A equipe de Controle Entomológico da Secretaria Municipal de Saúde promoveu panfletagem com orientações preventivas nas escolas do município e afixou faixas informativas em pontos públicos com grande circulação de pessoas.

Além das estratégias concentradas no Dia D, a campanha contou ainda com a distribuição de banners, cartazes, folders e faixas no comércio local e na Feira Municipal. “A conscientização deve estar sempre ligada às ações de enfrentamento. Com a maior frequência das chuvas no verão, todos devem estar vigilantes. A dengue, a zika e a chikungunya são tão graves quanto à Covid-19 e também podem matar”, alertou a secretária de Sáude, Letícia Sanches.

Cb image default
Faixas reforçam mensagem da campanha e foram afixadas em pontos estratégicos. Foto: Secretaria Municipal de Saúde

Conforme explicou a coordenação de Vigilância Sanitária, 1.123 domicílios já foram fiscalizados pelos agentes de combate a endemias. Também está sendo realizado um mutirão de limpeza em todo o munícipio em parceria com a Secretaria Municipal de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente (Sodeta). “É um trabalho criterioso. As equipes estão recolhendo todo material que possa acumular água e permitir a proliferação do mosquito transmissor das doenças”, explicou o coordenador George Joaquim.

Para Letícia, o sucesso das ações, que tem correspondido às metas previstas pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES-MS), se deve ao trabalho integrado. “Agradecemos pela parceria da Sodeta, e aos nossos agentes de endemias, categoria que está à frente das estratégias e tem se dedicado muito”, finalizou a gestora.