15/12/2022 às 15:43, Atualizado em 15/12/2022 às 16:00

Saúde de Batayporã lança plataforma online, informatiza atenção básica com tablets, entrega uniformes e apresenta avanço no desempenho

Informatização garante envio efetivo de relatórios ao Ministério da Saúde e mostra que o desempenho da rede de atenção primária é o 10º melhor entre os 79 municípios de Mato Grosso do Sul

Cb image default
Trabalho dos ACS e ACE ganhou celeridade com o uso de tablets e integração com o E-SUS. Foto: Maicon Araújo.
Cb image default
Prefeito e secretária ressaltaram que informatização lança luz ao trabalho dos servidores da Saúde. Foto: Maicon Araújo.

A Secretaria de Saúde de Batayporã realizou nesta quinta-feira (15), na Câmara Municipal, o evento de lançamento da plataforma ‘Saúde Mais’ e de entrega de tablets e uniformes a agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias. Na ocasião, também foram apresentados os índices de desempenho da Atenção Primária à Saúde (APS), segundo o indicador do SUS, Previne Brasil. Atualmente, Batayporã elenca a 10ª melhor posição entre os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

De acordo com a secretária Letícia Sanches, as ações fazem parte da estratégia de informatização da Rede Municipal de Saúde. Agora, os profissionais dispõem de 34 tablets Samsung Tab A8, que irão operar mesmo off-line, já conectados ao E-SUS. Com a medida, os registros realizados por agentes de saúde e de combate às endemias ficarão mais céleres, serão mais detalhados e enviados automaticamente ao Ministério da Saúde sempre que restabelecida a conexão com a internet.

Cb image default
Foto: Maicon Araújo.
Cb image default
Novos uniformes e bolsas foram entregues às equipes. Foto: Maicon Araújo.

Antes dos tablets, com o uso de formulários impressos, era necessário registrar os dados novamente no sistema digital. O “trabalho dobrado” foi eliminado com o uso nova da tecnologia. “Isso facilita muito nosso dia a dia, principalmente na zona rural. Operando off-line, não teremos mais problemas de conectividade, pois vamos conseguir enviar os dados direto do tablet quando estivermos em qualquer local com internet, até mesmo da nossa casa”, avaliou o agente comunitário de saúde, Alexandre Dias Barbosa.

Para evitar a obsolescência dos equipamentos e garantir a manutenção rápida, a Secretaria optou pela assessoria técnica em regime de comodato, uma espécie de locação dos aparelhos. “Pesquisamos muito antes de estabelecer o serviço e vimos que os municípios que compraram os tablets se arrependeram, pois eles ficavam inoperantes em pouco tempo e era preciso comprar outros com frequência, o que é mais caro e demorado”, detalhou Letícia. Sob o valor mensal de R$ 105,00 por tablet, os usuários poderão contar com manutenção contínua, atualização e assessoria para operacionalização dos softwares.

Cb image default
No plenário, servidores e gestores conferiram detalhes sobre novo sistema. Foto: Maicon Araújo.

Informatização sistêmica

Outro destaque do processo de informatização é a adoção da Plataforma Saúde Mais, que pode ser acessada pelo site da Prefeitura de Batayporã – bataypora.ms.gov.br – e o prontuário eletrônico. Sob a chamada informatização sistêmica, todos os trâmites dos serviços de saúde, tanto com relação aos dados sobre os usuários quanto dos procedimentos profissionais realizados, como consultas, exames e encaminhamentos são organizados online.

A informatização sistêmica possibilita acesso a exames clínicos a partir de uma chave eletrônica gerada para o paciente, assinatura digital dos profissionais da saúde, que facilita a emissão de laudos e pedidos, transparência, com a exposição dos dados dos atendimentos da rede de saúde, emissão de lembrete de agenda dos usuários por SMS e o prontuário eletrônico (PEC). O PEC permite que os profissionais acessem o histórico completo de atendimento dos pacientes garantindo clareza e evitando procedimentos desnecessários.

Informação que reflete desempenho

Com a devida sistematização, as informações sobre os serviços da rede são computadas corretamente pelo Ministério da Saúde. A mudança já se reflete na melhoria significativa dos índices de desempenho. No segundo quadrimestre de 2021, Batayporã constava como o 36º melhor desempenho da atenção primária à saúde entre os 79 municípios do Estado. No primeiro quadrimestre de 2022, o município já saltou para a 21ª posição e, neste terceiro quadrimestre, alcançou o 10º lugar no ranking.

“É uma grande satisfação, um momento sonhado pelos servidores e por nós. Essa ação tecnológica era o que Batayporã necessitava. É preciso valorizar todo o processo. O trabalho era feito e as ESFs não tinham como enviar essas informações porque tudo era muito arcaico. Nós temos uma equipe muito inteirada, entrosada. Agora o resultado desse trabalho será visível para todos”, analisou o prefeito Germino Roz durante seu pronunciamento.

Cb image default
Saúde Transparente expõe desempenho da atenção primária em tempo real. Recurso está disponível na plataforma SaúdeMais, no site da Prefeitura.
Cb image default
Foto: Maicon Araújo

Saúde Transparente

Ao acessar a plataforma SaúdeMais no site da Prefeitura de Batayporã, o usuário encontra o link ‘Saúde Transparente’. O mecanismo é um monitor completo de desempenho da atenção primária à saúde e fornece dados atualizados diariamente, tais como o número de atendimentos da farmácia, laboratório, ESFs, transporte, especialidades, média dos medicamentos com mais saída, exames mais pedidos, dentre outros.

“Geramos dados, números, relatórios, e o mais importante integrados com o E-SUS. Hoje nós conseguimos ter na palma da mão quantidade de viagens feitas, quantidade de medicamentos dispensados à população, total de exames feitos no laboratório e os atendimentos da APS e das especialidades. Com todos esses dados, nós conseguimos planejar e organizar um serviço mais próximo do real possível e viabilizar recursos para melhorarmos sempre”, detalhou a secretária Letícia Sanches.

Uniformes

Além dos uniformes e bolsas para os agentes comunitários, ainda foram entregues durante o evento jalecos para os técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, auxiliares, dentistas e médicos. O investimento é de R$ 25.986. Do montante, R$ 20.106 são oriundos do Governo Federal, por meio do Programa da Atenção Básica (PAB) e R$ 5.880 são próprios do Executivo. “Essa caracterização visual da Saúde traz credibilidade, constrói uma identidade para a população”, complementou o prefeito Germino Roz.